MINISSAIA "Swinging LOndon" 1960


DEFINIÇÃO DE MINISSAIA: saia cuja bainha fica bem acima dos joelhos (geralmente 20 cm acima do joelho). O símbolo da moda "Swinging London" na década de 1960.

60’s Hotel: É amigos!!! Muitas coisas revolucionaram o mundo nos anos 60, e quem diria uma simples faixa de tecido no lugar certo e na hora certa tambem abalaram as opiniões e críticas do mundo... Lapsos da liberdade feminina, em que a independencia do ser humano começou a gritar com forças mais explicitas. A juventude com todas forças descolavam formas de se indispor contra o conservadorismo que o mundo mantinha.
Seja na música na moda ou quaisquer que fossem as atitudes dos joverns, era o contra ataque que ecoa no mundo até hoje... 60's Hotel por toda parte.

Voltando ao assunto:
Existem dados que a mais antiga cultura conhecida em que as mulheres usavam minissaias era a Duan Qun Miao, que literalmente significa "saia curta Miao" em chinês. Isso foi em referência às saias curtas "que mal cobrem as nádegas" usada por mulheres da tribo, e que eram "provavelmente chocantes" para os observadores do povo han durante a Idade Média e Idade Moderna.[1]

Depois de I Guerra Mundial, o comprimento das saias diminuiu rapidamente, no mundo ocidental. Até meados dos anos 1920, vestidos usados pelos jovens "flappers" eram muitas vezes acima do joelho, que só foi permitido pelo abandono dos espartilhos das eras vitoriana e eduardiana. O aspecto de saias, no Ocidente da década de 1960 foi geralmente creditados à estilista Mary Quant, que foi inspirado pelo Mini automóvel, embora o designer francês André Courrèges também é frequentemente citado como um pioneiro (os franceses referem-se à minissaia como la mini-jupe). Alguns também dão crédito a Helen Rose, que fez algumas saias para a atriz de Anne Francis em 1956, para o filme Forbidden Planet.

_-_

Nenhum comentário:

Postar um comentário